Saiba como fazer um bom relatório de obras!

Você sabia que para o sucesso de uma obra, os resultados obtidos a cada dia devem ser registrados? 

Por isso existe o Relatório de Acompanhamento de Obra, um documento onde são detalhadas todas as informações essenciais sobre o projeto, do início até sua conclusão. Por ser um relatório aparentemente complexo, muitos profissionais da área de construção civil acabam encontrando dificuldades na hora de elaborar.

Se você tem dúvidas sobre este assunto, continue lendo e entenda a importância de fazer um Relatório de Acompanhamento de Obra e os principais itens que devem constar no documento.

 

O que é um Relatório de Obras?

Também conhecido como RAO, ele é um documento fundamental na gestão em construção civil. Nele, são registrados todos os detalhes referentes à obra conforme o planejamento prévio, inclusive as situações imprevistas que possam surgir durante a construção. Além disso,  é um registro obrigatório com regulamentação dada pelo Conselho Federal de Engenharia e Agronomia (CONFEA), criado no dia 21 de agosto de 2009 com Regulação n° 1.024.

O documento serve como a principal fonte da garantia no cumprimento das normas técnicas e administrativas referentes à obra. Ele reúne dados suficientes para estudos posteriores, além de comprovar a autoria dos trabalhos realizados. O relatório precisa ser mantido no local da construção durante todo o período estimado de sua conclusão e deve ser preenchido regularmente.

 

Quais informações devem estar no relatório?

  • Eventos de controle: são registradas as principais informações referentes ao planejamento físico da obra, como os serviços que estão sendo feitos, número de funcionários trabalhando, mudanças climáticas, equipamentos utilizados, entre outros.
  • Eventos extraordinários: são os eventos indiretos que surgem durante os dias de obra, como visitas de fiscais, projetistas e clientes. Acidentes de trabalho, atrasos na entrega de mercadorias e eventuais paralisações também devem ser registrados neste espaço.

 

Segundo o CONFEA/CREA, alguns pontos devem estar obrigatoriamente no RAO, são eles:

  • Datas de início e término de cada etapa da obra, além da data prevista para sua conclusão;
  • Nome do empreendimento, do proprietário e do responsável técnico e seu registro na Anotação de Responsabilidade Técnica (ART);
  • Orientações quanto à execução da obra;
  • Informações sobre acidentes e outros danos materiais ou físicos sofridos ou causados durante a construção, assim como as causas das paralisações (meteorológicos, financeiros ou dependência de serviços de terceiros);
  • Nome das empreiteiras e/ou subempreiteiras e suas respectivas atividades na obra (também devem possuir registro na ART);
  • Qualquer outra informação que o responsável pelo relatório julgue importante relacionado à obra.

 

#FicaaDicaTytan 

Gostou deste conteúdo? Separamos mais dois materiais que irão facilitar o seu dia a dia nas obras, você vai gostar! 

 

Aproveite para conhecer também os outros produtos da linha Tytan que podem ser interessantes para o seu dia a dia! 

Tem alguma dúvida sobre os produtos? Entre em contato conosco pelo telefone (41) 2118-6656 ou vendas@selena.com

Acompanhe também o nosso Facebook, Instagram, YouTube e não deixe de conferir o nosso blog para ficar por dentro de dicas interessantes para seus projetos.